Sustentabilidade EDI em materiais para construção

22 jun, 2020EDI

Sustentabilidade EDI em materiais para construção

jun 22, 2020 | EDI

A introdução de uma filosofia de sustentabilidade ambiental às práticas de negócios tornou-se vital para empresas do mundo inteiro. Iniciativas para reduzir o desperdício e a poluição, melhorando a eficiência dos processos existentes, são incentivadas frequentemente e exigidas por empresas que estão na vanguarda dos acontecimentos.

Por exemplo: 78 empresas listadas na Fortune 500 – incluindo Google, Apple, Cisco Systems, Microsoft, Intel e Lojas de Departamento Kohl – fizeram parcerias com a Environmental Protection Agency, para se tornarem “Green Power Partners”, uma designação reservada para empresas que utilizam, anualmente, mais de 13 bilhões de quilowatts-hora de energia verde. Além disso, grandes empresas, como PepsiCo, Coca-Cola, General Electric, Nike e Starbucks, tomaram medidas concretas para melhorar, consideravelmente, a sustentabilidade de suas operações.

Mesmos sendo líderes globais em seus mercados, essas empresas não precisam ser as únicas a se beneficiarem com a integração de políticas de sustentabilidade aos modelos de negócios existentes. Varejistas e fornecedores do segmento de materiais para construção, por exemplo, independente do porte das empresas, também podem se beneficiar com a iniciativa de utilizar a tecnologia EDI para otimizar as operações da cadeia de suprimentos onde atuam, reduzir custos e se tornarem mais eficientes e sustentáveis. Mas, como o EDI pode contribuir para a sustentabilidade das empresas?  

Como o EDI contribui para a sustentabilidade?

O uso do EDI nas comunicações comerciais suporta práticas ambientalmente sustentáveis de várias maneiras. Estudos mostram, por exemplo, que o uso do EDI reduz erros na geração de pedidos, resultando em maior precisão e menos devoluções o que, por sua vez, leva a reduções do uso de combustíveis e menos emissões de poluentes durante o transporte dos pedidos.

Além disso, como o EDI é uma tecnologia confiável e segura, os produtores de produtos de origem sustentável podem adotar o EDI para se tornarem compatíveis com grandes varejistas, aumentando o alcance da distribuição de seus produtos.

Outra grande contribuição ambiental promovida pelo EDI é a redução da dependência da utilização do papel. Faturas, OPs, avisos de remessa, confirmações funcionais e outros documentos comerciais usados com frequência, se não forem automatizados eletronicamente, exigem gastos com recursos administrativos e grandes quantidades de papel. Ao adotar o EDI para a troca de documentos comerciais, sua empresa reduz automaticamente o uso de papel durante os processos comerciais e os custos com despesas administrativas desnecessárias. 

Porém, apesar do amplo uso do EDI entre as empresas, muitas ainda não trabalham com a integração do EDI aos seus sistemas de ERP, CRM e contabilidade. A não utilização do EDI impede, por exemplo, que fornecedores e varejistas de materiais para construção maximizem a eficiência e a lucratividade de seus negócios e também inibe a possibilidade da utilização de poderosos recursos de automação fornecidos por essa tecnologia. Isso inclui, a capacidade de integrar e converter documentos de qualquer sistema para outro sistema, o que simplifica as solicitações eletrônica da maioria dos softwares de gerenciamento empresariaI ou ERP. 

Varejistas e fornecedores têm motivos de sobra para adotarem o EDI. As melhorias na precisão da elaboração de pedidos, já seriam motivos suficientes para a implementação do EDI, mas ainda existem as melhorias econômicas e de sustentabilidade que o EDI também oferece.

Um estudo de 2008, publicado pelo Aberdeen Group, mostrou que o custo do processamento de um pedido manual é 35% maior que o custo de processamento de uma OP usando EDI. Essa redução nos custos de processamento é um grande incentivo para as empresas adotarem essa tecnologia.

Outro estudo de 2010, realizado pelo Gartner, destacou uma redução entre 70% e 90% no custo de cada fatura processada. Uma pesquisa compilada pelo Aberdeen Group, no estudo de 2009, chegou a uma conclusão semelhante, mostrando que as empresas classificadas como as melhores da categoria faturamento eletrônico, alcançaram 83% menos custos de processamento do que os concorrentes.

O EDI também beneficia empresas, ao reduzir tempos de pedidos e remessas. No artigo de pesquisa de 2013, “EDI: Trabalho da Cadeia de Valor”, publicado pela Supply Chain Insights LLC, a adoção do EDI mostrou uma redução de 50% no ciclo de pedidos para remessa. Entre os principais fabricantes, varejistas e distribuidores, o uso de EDI e XML contribuiu para uma redução significativa do ciclo de pedidos para remessa: em média, as empresas com integração total de EDI / XML desfrutam de um ciclo de três dias, enquanto as empresas com a integração parcial, que requer alguma intervenção manual, têm um tempo médio de 7 dias, de ciclo.

Conclusão

A atual crise ambiental que o mundo vive, principalmente no que diz respeito aos altos índices de poluição, está impulsionando a adoção de práticas comerciais sustentáveis, práticas que levam em conta os recursos naturais finitos dos quais todos nós dependemos para sobreviver.

Embora os problemas de poluição possam parecer insuperáveis, uma vez que as práticas de negócios são examinadas com mais detalhes, fica claro que a solução para esses problemas está na adoção de práticas ambientalmente conscientes em pequena escala.

Para todos os participantes de uma cadeia de suprimentos, a adoção do EDI é um excelente primeiro passo para o desenvolvimento de práticas de negócios que reconheçam a sustentabilidade como algo fundamental para o sucesso dos negócios.

Dificuldades de implantação do EDI

Para algumas empresas, a implantação EDI pode ser de difícil implementação. Uma razão para essa dificuldade pode ser a necessidade de acompanhar as...

Por que utilizar os serviços gerenciados de EDI?

 O conceito de serviços gerenciados de dados EDI está relacionado com a ideia de terceirizar os serviços de gestão de tráfego de dados...

Rede de Valor Agregado (VAN) nas comunicações EDI

Por que usar uma VAN (rede de valor agregado) para comunicações EDI?  Uma EDI VAN (Value Added Network) oferece uma rede B2B...

Tipos de soluções EDI

Embora as soluções EDI tenham uma ferramenta de comunicação B2B de duas décadas, ainda é comumente usado para compartilhamento de informações entre...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *