Escolha uma Página
EDI no varejo de materiais para construção

EDI no varejo de materiais para construção

A tecnologia EDI é bastante utilizada no setor de varejo de materiais para construção, visando a integração de dados e a troca de documentos comerciais entre fornecedores e distribuidores

O setor é caracterizado pela grande variedade de transações comerciais que determinam o correto funcionamento da cadeia de abastecimento, que também é problemático, devido ao volume e à diversidade de mercadorias e clientes.

O fluxo de mensagens EDI, neste setor, não se limita apenas às trocas de ordens de compra e notas fiscais entre parceiros, mas também oferece uma grande variedade de mensagens comerciais e logísticas (avisos de remessa, avisos de recebimento, relatórios de inventário, relatórios de vendas, catálogos de preços, alterações dos pedidos, devoluções, etc.) necessárias para uma comunicação eficaz entre sistemas informatizados e de gerenciamento de estoques de fornecedores, operadores logísticos e distribuidores. 

Para esses tipos de empresas, a eficácia das operações é fundamental e as exigências do setor se tornam mais complexas à medida que o número de clientes e a demanda por artigos, também aumenta.  

Portanto, fica claro que a adoção de tecnologias de integração de dados entre empresas do setor de varejo de materiais para construção é fundamental. Falhas nas trocas de informações podem causar problemas de conexão tanto com seus parceiros como com os processos de controle de estoque, afetando totalmente a cadeia de abastecimento.  

EDI para indústrias de materiais para construção

EDI para indústrias de materiais para construção

O EDI é um método fundamental para a troca de documentos nas indústrias de materiais para construção. Nesse setor, os documentos que normalmente são trocados em formato eletrônico usando EDI incluem, mas não se limitam a, pedidos de compra, faturas e avisos de remessa e traz diversos benefícios. Veja abaixo:

  • Maior eficiência ao automatizar transações
  • Redução de erros da entrada manual de dados
  • A validação do conteúdo (via padrões EDI e software de recebimento) que confirma as transações contém todas as informações necessárias para permitir o processamento, rastreabilidade, etc.
  • Custo reduzido de fazer negócios
  • Processamento mais rápido
  • A capacidade de vender em mais lugares.

Como começar a utilizar o EDI no setor de materiais para construção?

  • Depois que sua empresa e seu parceiro comercial decidem que vão realizar negócios usando o EDI, existem algumas etapas gerais que precisam ser executadas para iniciar o processo:
  • Obtenha o Guia de Implementação do EDI com seu parceiro comercial. Isso definirá como os documentos comerciais eletrônicos selecionados serão estruturados.
  • Compre um software EDI que inclua mapas de documentos e um tradutor. Este software é usado para transformar os dados do seu sistema contábil (por exemplo, pedidos, remessas etc.) no layout solicitado / exigido pelo seu parceiro comercial.

Após a instalação deste software, você e seu parceiro comercial normalmente começarão a testar as trocas de documentos. Comunique-se com seu parceiro comercial para determinar como seus documentos EDI podem ser trocados.

Os métodos mais comuns são via Internet EDI, uma Rede de Valor Agregado (VAN) ou transferência eletrônica direta de documentos um a um/ponto a ponto.

Realize um conjunto de testes com seu fornecedor de soluções EDI para verificar se o seu software funciona corretamente e se o seu parceiro comercial recebe os documentos corretamente.

Execute o processamento paralelo de documentos para onde você ainda envia e recebe seus documentos em papel com seu parceiro comercial.

Eventualmente, desative a troca de documentos comerciais em papel. Você notará uma grande redução nos custos de processamento de documentos, aumento dramático da precisão dos dados, velocidade de troca de documentos comerciais, fluxos de caixa aprimorados, redução de erros de processamento e aumento nos níveis de serviço ao cliente.

Pin It on Pinterest